Saiba como evitar multas e ainda ter uma renda extra com a NFe


Sabemos que a maioria das operações comerciais entre empresas é realizada com a NFe (Nota Fiscal Eletrônica).

Muitas pessoas, se confundem, e acabam armazenando o DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica), que serve apenas para acobertar o translado da mercadoria, sendo esse, sem nenhuma validade jurídica para o efeito de guarda.

No Portal Nacional da Nota Fiscal Eletrônica, em perguntas frequentes, é esclarecido que tanto o emitente quanto o destinatário da nfe devem armazenar o arquivo XML, pelo prazo previsto na legislação, que é de 5 anos.


A multa para o não cumprimento dessa exigência está descrita no Regulamento de ICMS (RICMS) de cada estado.

Para exemplificar pegaremos o estado de Minas Gerais, que a multa é calculada em cima de UFEMG (Unidade Fiscal do Estado de Minas Gerais) que deve ser multiplicada pela infração constante no RICMS em Título X - Penalidades.

Então se pegarmos 1.000 UFEMG por infração, vezes, R$ 3.2514, teremos um total de R$ 3.251,40 por XML faltante.

Se o fisco notificar, por exemplo, a falta de 10 xml, seriam R$ 32.514,00 de multa.


Uma solução que dará essa segurança e ainda lhe possibilitará uma renda extra, com a guarda do XML para seu cliente, é o GestorDFe.

Faça o cadastro e garanta a licença gratuita, por 01 ano, sendo o benefício exclusivo para escritórios de contabilidade.

Link do cadastro: https://docs.google.com/forms/d/1DYAPdJ4mnWiYa1vLHsDv33I1nU3ukz5yvodECM9JLaY/viewform?edit_requested=true#responses



Comentários